top of page

Fome de igualdade racial

Para trabalhar o Projeto Pedagógico do segundo trimestre, intitulado "A Gente Não Quer Só Comida," a disciplina de Filosofia escolheu abordar a questão da fome por igualdade racial. Para isso, a turma começou o bimestre explorando o contexto histórico do Iluminismo e a disseminação do racismo promovida por esse movimento.


Com o objetivo de promover discussões sobre a educação antirracista e reconhecendo que essa é uma luta antiga, as aulas foram repletas de questionamentos, incentivando os alunos a buscar uma compreensão mais profunda sobre a valorização das diversas contribuições passadas e atuais de africanos e afro-brasileiros para o Brasil.


Nesse contexto, Heitor dos Prazeres desempenhou um papel fundamental, auxiliando a turma do Ensino Médio a aprofundar seu conhecimento sobre o tema por meio de suas pinturas, canções, partituras, projetos, desenhos e discos. Heitor foi um importante sambista, compositor e instrumentista, que também se dedicou às artes visuais, produzindo obras que refletem a realidade da população negra no período pós-escravidão.


(Clique na imagem para ampliar)


36 visualizações2 comentários

Posts recentes

Ver tudo
bottom of page